The Uwe Goal

Venho-vos falar hoje com um propósito.

Muitos de vós já terão decerto pelo menos ouvido falar de algumas adaptações atrozmente MÁS de alguns videojogos para o grande ecrã. Alone in the Dark, BloodRayne, House of the Dead e, mais recentemente, Postal e Far Cry. E o Dungeon Siege também.

É certo que muitos de vós conhecerão, ou já terão pelo menos ouvido falar dos jogos acima enunciados. E, com alguma sorte, serão sortudos o suficiente para nunca terem posto os olhos em cima das menos boas adaptações cinematográficas.

Tenho aqui um exemplo da forma como qualquer companhia responsável deveria lidar com o senhor em causa, retirado deste artigo:

Renegade film director Uwe Boll has told MTV that he approached Blizzard for the film rights to World of Warcraft.

He was not-so-politely refused. According to Boll, “I got in contact with [chief operating officer] Paul Sams of Blizzard, and he said, ‘We will not sell the movie rights, not to you… especially not to you.'”

E, para evitar que o senhor sequer possa tentar de novo e, de acordo com o próprio, foi criada uma petição para esse efeito.

“De acordo com o próprio? Como assim?”

É simples, como poderão ler de seguida. O excerto é retirado daqui.

Are you aware that there is a petition online, signed by 18,000 people, requesting that you stop making movies?
Yeah, I know that. 18,000 is not enough to convince me.

How many would it take?

One million. Now we have a new goal.

E cá está – um desafio. Será que estamos à altura? Eu cá acho que sim, e as outras 210395 pessoas que assinaram também.

Portanto, faz a tua parte, contribui para o combate ao aquecimento global e salva um gatinho preso numa árvore e…

Assina a petição!

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *